Mensagem aos visitantes...

Olá... eu estou cuidando de muitos blog's ao mesmo tempo, o que está me deixando meio maluca... então eu resolvi postar tudo que eu gosto, faço, indico em apenas um... então, por favor sintam-se convidados a fazer uma visitinha ao: www.artequel.blogspot.com Abraços e espero vocês lá!

domingo, 4 de outubro de 2009

Crescer é Perigoso!


Este livro é da autora Márcia Kupstas, que se dedica principalmente para adolescentes....
... e faz muito sucesso entre eles, eu trabalho em uma biblioteca escolar e quando um aluno lê o primeiro livro dela... já volta pedindo outro!
A Capa acima é de uma edição mais aintiga, essa abaixo é a última!

Outras obras da autora:
Clube do Beijo
Revolução em mim
Eu te gosto você me gosta
Amigo no Escuro
Histórias da Turma

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Adoro séries... coleções... continuações!!!


Este é meio adolescente... rsrsrsr... mas é uma trama boa... já li até o 3 "Eclipse"...
Falta só o "Amanhecer"

Esta é Sthefanie Meyer, também tem uma imaginação privilegiada!

MInha Paixão! Meu vício!


Terminei o livro 6 "O enigma do Príncipe" e corri pro cinema para assistir...

No outro dia iniciei a leitura do 7 "Relíquias da Morte".

Já sei o final... muito show! Amei a série, estou doida para ir ao cinema ver o próximo filme, mesmo sabendo que os filmes sempre pecam em relaçao aos livros!
Gostaria de ter um pouquinho da imaginação da J. J. Rowling!

Livros Divinos...


Esses dois livros foram feitos para se ler devagar... com calma, para absorver cada palavra...

Palavras abençoadas... e no caso do Pe. Fábio de Melo, voz mais abençoada ainda!

Recomendo estes três...

quinta-feira, 4 de junho de 2009

A Mala de Hana - Karen Levine

Gente livro é simplesmente lindíssimo!
Adoro história reais... e essa então é emocionante... vai fazendo um paralelo entre o passado - a história da menina Hana - e a história de Fumiko - que mora em Tóquio, e anos depois do holocausto resolve fazer uma pesquisa... da pesquisa nasce uma exposição, da exposição nasce um elo entre a menina Hana, e um grupo de crianças de Tóquio... uma história surpreendente!
Vale a pena ler!

sexta-feira, 29 de maio de 2009

O vendedor de Sonhos - O chamado

" Um Homem maltrapilho e desconhecido tenta impedir que um intelectual se suicide. um desafio que nem a polícia nem um famoso psiquiatra tinham sido capazes de resolver. Depois de abalá-lo e resgatá-lo, esse homem, de quem niguém sabe a origem, o nome ou a história, sai proclamando aos quatro ventos que as sociedades modernas se converteram em um hospício global. Com um eloquência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos em uma sociedade que deixou de sonhar. Nada tão belo e tão estranho... Ao mesmo tempo em que arrebata as pessoas e as liberta do cárcere da rotina, arruma muitos inimigos. Será ele um sábio ou mais um louco dos seres? Um romance que nos fará chorar, rir e pensar muito".

Está a sinopse do livro...mais um do Augusto cury... mas não relata nem metade das reações e sentimentos que ele desperta!
Leiam, leiam, leiam...
Tá todo mundo lendo!!! rsrsrsr

sábado, 9 de maio de 2009

A Cabana

Esse livro é Divino, no sentido literal da palavra "Divino"

Você chora, ri... fica feliz, reflexiva, pensativa... com um desejo imnso de mudar de vida...

Já fiz até uma pesquisa pra saber se o autor tem outros livros.. mas não encontrei nenhum... infelizmente!

Fazia muito tempo que eu não chorava com a leitura de um livro... ao mesmo tempo que eu tinha desejo de saber o final da história, evitava de lê-lo para que demorasse mais a acabar!
Espero que tenha inspirado alguém a lê-lo também!




"Criação"... mais uma sugestão!

Recebi a indiação desde livro e consegui na net o resumo dela... pra dar um gostinho aos futuros leitores...

Criação (Gore Vidal - Traduzido por Newton Goldman)
Ciro Espítama, neto de Zoroastro, aos setenta e cinco anos de idade, já cego, ouve a conferência de Heródoto de Halicarnasso , o Pai da História, no Odeon em Atenas sobre as guerras gregas; revoltado e totalmente contrário à narração feita por Heródoto é incentivado por seu sobrinho Demócrito, então com dezoito anos, a escrever a sua versão da história das Guerras Gregas. Ciro, personagem principal, narra sua trajetória desde a infância vivida na corte de Dario, Rei da Pérsia, onde foi educado ao lado de Xerxes, sucessor de Dário, de acordo com a disciplina militar da corte persa. Lá vê e vive toda a artimanha do poder, as conspirações, os bastidores da corte, as jogadas políticas, a falsidade dos relacionamentos, as alianças, etc., o dia-a-dia de um corte onde cada um joga a seu próprio favor. Como neto de Zoroastro sua sina natural seria o sacerdócio, mas ele queria ser guerreiro; pouco antes da sua consagração, conhecendo suas aspirações, Dario nomeia-o embaixador do Grande Rei para explorar e conhecer a Índia. Liderando uma caravana e com uma carta do Rei da Pérsia outorgando-lhe poder para advogar em nome do soberano, segue para explorar o desconhecido para a época. Em sua estadia na Índia, entre todas as realizações, Ciro se casa, tem duas filhas e conhece Buda. Em seus diálogos conhece os princípios do budismo e compara com o Zoroastrismo; conta intimidades sobre Buda, construindo um panorama perfeito para que o leitor possa reconstruir mentalmente a época e imaginar o cotidiano das pessoas que viveram no século V antes da era cristã. Retorna com o desejo de incentivar o Grande Rei a ?sonhar com vacas?, ou seja, a querer expandir seu reino além do Mediterrâneo, mas os olhos e o coração do rei estavam voltados para outra direção. Apesar de tudo Ciro retorna à corte que já o havia dado como morto e é nomeado Amigo do Rei, cargo que dá enorme prestigio e o faz conhecido por todo o reino. Quando Xerxes sucedeu Dario e tornou-se o rei da Pérsia, mandou Ciro novamente em missão persa, só que agora para Catai região ocidental do império, onde hoje conhecemos como China. Mais uma vez lá vai o homem que nasceu para ser sacerdote que queria ser guerreiro, mas tornou-se embaixador dos reis Dario e Xerxes. Em Catai conhece Confúcio e toda a doutrina da religião chinesa. Este fato auxilia o leitor a fazer comparações entre os princípios de cada uma das correntes religiosas, a visão de cada uma delas sobre de onde viemos e para onde vamos; chegando a citar a afirmação de Pitágoras que se dizia reencarnação de um deus. Nesta trajetória histórica, Gore Vidal nos coloca frente a frente com as contradições entre a justiça e a liberdade, suas faces em cada país, em cada cidade, em cada comunidade. A reconstrução histórica pormenorizada nos leva a refletir sobre a eterna busca do homem de uma explicação para a sua existência, o começo dessa longa estrada chamada vida até o além de seu final. Mantendo viva a pergunta com tantas propostas, mas sem uma única resposta que satisfaça, a não ser a dúvida que persiste: o que há depois da vida? Deus, big bang, o acaso, a mutação, a metamorfose, de onde viemos e para onde vamos? Isso fica a cargo do leitor.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Como um Romance... título altamente sugestivo!

Este livro é apaixonante.. já o li... há algum tempo.. até tinha esquecido... mas o Décio em seu comentário o reavivou na memória... então está como sugestão... todo bom leitor, é apaixonado pelo ato de ler... e é sobre isso que o livro fala... VOCÊ E O LIVRO - É "Como um romance"...
Este é o Daniel Pennac
Comentário do Décio:

LIVRO - COMO UM ROMANCE -Daniel Pennac O autor lança um manifesto contra “a obrigação de ler”,postura esta que vem afastando os jovensdos livros, massacrados pela imposição de critérios que não respeitam principalmente a individualidade do leitor. Acredita que, se houvesse alguma liberdade no ato de ler, mais estudantes desenvolveriam o gosto pela leitura.
Os 10 mandamentos do leitor são:
1. O direito de não ler.
2. O direito de pular páginas.
3. O direito de não ler um livro inteiro, até ofinal de capa a capa.
4. O direito de reter , quantas vezes quiser.
5. O direito de ler qualquer coisa,não importa o quê.
6. O direito de acreditar nos livros (a quem sabe até ao bovarismo) uma doença "textualmente transmissível").
7. O direito de ler em qualquer lugar, não importa onde.
8. O direito de ler uma frase aqui e outra ali,pulando de livro em livro.
9. O direito de ler em voz alta e de contar histórias.
10. O direito de não falar do que leu.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Estou maravilhada... êxtase...

Acabei de ler o livro *O futuro da Humanidade, do autor Augusto Cury...
Simplesmente divino... maravilhoso.. divino...
...leitura fácil... acessível... dinâmica... me deixou curiosa o tempo todo...

Augusto Cury um Gênio das Emoções!!!
Pimeiras Palavras do Livro:
"A maior aventura de um ser humano é viajar,
E a maior viagem que alguém pode empreender é para dentro de si mesmo.
E o modo mais emocionante de realizá-la é ler um livro,
Pois um livro revela que a vida é o maior de todos os livros,
Mas é pouco útil para quem não souber ler nas entrelinhas
E descobrir o que as palavras não disseram.
No fundo, o leitor é o autor de sua história..."
Delicie-se...

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Não abandonei...

Oi gente... não abandonei meu blog não... tive alguns entraves... mas estou aqui... firme e + ou - forte... pra começar bem a 1ª postagem do ano... escolhi um filme que assisti nas férias... quase me acabei de chorar.... Pra quem ama os animais... não dá pra perder esse filme!
Marley & Eu
O livro eu já havia indicado... e agora fica o filme como dica!

E... esse ínicio de ano a auxiliar de direção da minha escola, leu em nossa primeira reunião...
"Na noite em que você nasceu"
Autora: Nancy Tillman
Editora: Brinque Book
Se você nasceu a noite ou tem filhos que nasceram quando a lua estava posta no céu, vai se emocionar com esse livro... lindíssimo... este já será o presente de aniversário que darei para minha afilhada, já que ela nasceu as 3 horas da madrugada e eu fui a 2º pessoa da família a vê-la... a 1ª foi a mãe dela... claro.... rsrsrsr
Abraços!

Olha que recepção...